Super Dicas

Este tipo de profissional deve ter conhecimentos técnicos capazes de garantir o bom funcionamento de todo o sistema elétrico de uma indústria ou residência

A parte elétrica de qualquer construção requer cuidados específicos para que funcione corretamente e não leve perigo para os usuários. Durante a fase de construção, quem tem a responsabilidade de instalar corretamente a rede elétrica é um engenheiro eletricista. Depois de tudo pronto, quem faz o papel de verificar o funcionamento e a segurança das instalações é um eletricista de manutenção.

Este profissional é contratado por indústrias, fábricas e condomínios para fazer a manutenção tanto preventiva quanto corretiva de instalações e equipamentos elétricos. Para exercer essa função, é preciso ter conhecimento em algumas áreas específicas:

  • Redes de alimentação de máquinas
  • Plantas industriais
  • Pontos de distribuição de energia
  • Comandos elétricos
  • Automação, entre outras


Tipos de manutenção

Há dois tipos possíveis de manutenção: a preventiva e a corretiva. A primeira é feita de forma antecipada, para evitar que sistemas ou aparelhos apresentem problemas no futuro. A manutenção preventiva pode ainda ser de outro tipo, a chamada manutenção preditiva. Neste caso, o período de manutenção é definido pela ida útil do aparelho em questão - quando esta está chegando ao fim, uma manutenção é marcada para verificar se algum reparo deve ser feito.

 

A manutenção corretiva, por sua vez, acontece após algum dano ou defeito ser verificado.l Neste caso, o eletricista de manutenção deve usar seu conhecimento para corrigir o problema, trocar peças e deixar tudo funcionando corretamente.

 

A Ferramentas Kennedy possui todos os materiais necessários para realizar os serviços elétricos que você precisa. Navegue em nosso site e confira!



Banheiros exigem praticidade e funcionalidade; veja por onde começar sua reforma

O banheiro é um lugar especial da casa. Além de precisar estar sempre limpo e pronto para receber visitantes, ele deve também ser bastante funcional, para garantir que o uso diário seja feito com o maior conforto e praticidade. Por isso, na hora de planejar uma reforma ou alguma mudança em seu banheiro, é preciso pensar com muito carinho em todos os detalhes. 

 

Funcionalidade em primeiro lugar

Assim como a cozinha, o banheiro é uma parte extremamente funcional da casa. Ao reformar, é preciso pensar sempre no uso diário que será feito quando ele estiver pronto. Fique atento ao tamanho de portas, armários, espelhos, etc, para garantir que o uso durante o dia a dia seja feito sem complicações. 

Nessa hora, móveis planejados, do tamanho exato que você precisa, podem ser a melhor opção.

Planeje com calma

Isso vale para qualquer reforma, mas é ainda mais essencial em reformas de ambientes menores, em que tudo parece mais fácil. Não deixe que a ansiedade de ter seu banheiro novinho em folha atrapalhe a obra. Planejar com calma evita que alguns detalhes sejam esquecidos e acabem complicando algo simples. 

Antes de começar a obra, é preciso saber como estão os encanamentos, se será preciso quebrar paredes e pisos, os materiais que você pretende utilizar, ter o projeto elétrico em mãos e todos os outros detalhes necessários.

Lembre-se, por exemplo, de não contratar profissionais responsáveis por partes diferentes da reforma ao mesmo tempo - se eles precisarem fazer o serviço na mesma hora em um ambiente pequeno, como é o caso da maioria dos banheiros, sua casa pode se tornar um caos.

Pense também na quantidade de tomadas que serão necessárias para evitar improvisos no futuro. 

 

Tenha as ferramentas necessárias

Caso você esteja fazendo a reforma por conta própria, ter as ferramentas que este tipo de serviço requer é o primeiro passo. Você vai precisar de itens como: 


Além disso, mudanças mais profundas, como troca do encanamento, exigem a presença de um profissional qualificado.

Aqui na Ferramentas Kennedy você encontra todos os materiais para sua reforma. Navegue em nosso site e confira!


Confira como escolher o local ideal para tratar o seu carro do jeito que ele merece ou faça a limpeza você mesmo

Não importa quão bonito e potente seu carro seja, se ele estiver sujo, não vai atrair a atenção de ninguém ao rodar pelas ruas. Além disso, o acúmulo de sujeira pode acabar com o brilho da pintura e desvalorizar o seu possante. 
Para evitar esses problemas não tem jeito, é preciso levar o calhambeque para tomar banho ou fazer uma limpeza caseira mesmo. Mas como encontrar o melhor lava-car para o seu carro? Confira as dicas que a Ferramentas Kennedy separou a seguir. 
 

Baixo tempo de espera 

Ninguém merece ficar horas esperando para ter o carro lavado, não é verdade? Por isso mesmo, o tempo de espera é fator fundamental na escolha de um lava-car. Você pode ter ido a vários locais para lavar seu carro durante a vida, mas aposto que só voltou aos que prestam um atendimento rápido e de qualidade. 
 

Preço justo  

De nada adianta ser atendido imediatamente e precisar parcelar a conta do lava-jato. Por isso, é preciso encontrar um local que ofereça um bom serviço por um preço justo. Lembre-se que o preço varia de acordo com o tamanho do veículo e a profundidade da limpeza. Lavagens externas são bem mais baratas se comparadas com as completas, porém só disfarçam a sujeira da caranga. Além disso, uma lavagem que não inclui cera é mais barata, mas mantém seu carro limpo e brilhante por menos tempo. 
 

Qualidade no serviço 

Este item é fundamental para todo amante de carros. Uma boa lavagem faz com que você saia satisfeito e orgulhoso para desfilar com a sua máquina. Dessa forma, você volta tranquilo para lavar o veículo, sem medo de ser surpreendido com um trabalho mal feito. Até porque ninguém quer lavar o carro em um lugar que não consegue limpar direito, não é verdade? 
 

Diferencial da concorrência 

Pode ser o uso de uma espuma ecológica, um brinde ou até mesmo um desconto no cafezinho, mas o lava-car precisa oferecer algo especial para te conquistar. Com o grande número de lava-jatos disponíveis pela cidade, qualquer diferencial que ajude a conquistar a fidelidade do cliente é válida. E claro, você só tem a ganhar com toda essa concorrência. 
 

Limpe você mesmo seu carro

Se mesmo depois de todas essas dicas você não encontrar um lava-car de confiança, não se desespere. Separe um tempinho no final de semana e aproveite para dar um banho caprichado na sua máquina. Lembre-se de usar um bom detergente automotivo e retire toda a sujeira da parte de baixo do carro com a ajuda de uma lavadora de alta pressão. Depois de limpo e bem enxaguado, passe uma cera de boa qualidade e veja seu possante brilhar. Pronto, agora você já pode desfilar por aí com o seu carro limpinho.
 
 
Gostou destas dicas para manter seu automóvel brilhando? Então visite o site da Ferramentas Kennedy para equipar ele com itens indispensáveis, como o macaco e a chave de roda


Saiba mais sobre esse serviço indispensável para a saúde do seu automóvel 
 
Para rodar tranquilo e não sofrer nenhum imprevisto, é importante manter a revisão do carro em dia. Assim você diminui as chances daquele imprevisto surgir e atrapalhar sua viagem com a família.
 
Confira a seguir as informações que a Ferramentas Kennedy separou para você manter a caranga funcionando a todo o vapor! 
 

Cuidados diários 

Para manter o carro funcionando direito, é importante dar uma atenção diária ao seu veículo. Algumas checagens simples podem garantir o bom funcionamento do automóvel e identificar a necessidade de reposição de algum equipamento.  
 
  • Teste as luzes: Verifique se os faróis, setas e luzes de freio e ré estão funcionando normalmente e providencie a reposição imediata em caso de falha. 
 
  • Calibre os pneus: A calibragem correta é importante e ajuda a manter a vida útil dos pneus. Adquira o hábito de calibrar os pneus semanalmente, assim que sair com o carro pela manhã. Desta forma, você evita uma calibragem inadequada, com os pneus quentes.
 
  • Verifique o óleo: Sabe quando você está abastecendo no posto e o frentista pergunta: "Quer que eu dê uma olhadinha na água e no óleo?". Aproveite esta oportunidade e descubra se uma troca de óleo é necessária sem fazer esforço. 
 

Quando levar o carro para a revisão? 

Em média, a revisão é feita a cada 10 mil quilômetros rodados ou no intervalo de um ano. Porém, o tempo exato indicado pode ser verificado no manual do seu veículo.  
Ao comprar um carro zero, fique atento às revisões obrigatórias. Elas são necessárias para que o automóvel se mantenha com a garantia de fábrica oferecida pela montadora. 
 

Quais os itens verificados na revisão? 

Assim que você deixa o carro na concessionária, o atendente realiza um breve checklist e libera o carro para os mecânicos. São eles que irão verificar e realizar os testes em itens como: 
  • Motor 
  • Embreagem 
  • Freios  
  • Câmbio 
  • Sistema elétrico 
  • Pneus 
  • Filtros de ar e combustível 
  • Velas 
  • Radiador  

Devo fazer uma revisão antes de viajar? 

 
Se você mantém seu carro sempre bem cuidado e em dia com as revisões periódicas, não tem problema algum em pegar a estrada. Porém, se você se esqueceu de alguma revisão ou não se lembra quando foi a última vez que realizou este serviço, não tem escapatória: é melhor garantir que tudo esteja funcionando direitinho com o seu automóvel. 
 
Agende com antecedência a revisão, já que alguns processos podem ser bem demorados. Além disso, você evita ficar sem o serviço em feriados e épocas festivas, quando a procura tende a aumentar bastante. 
 
Gostou destas dicas? Então aproveite para visitar o site da Ferramentas Kennedy e conhecer os melhores equipamentos para manter seu carro rodando com segurança. 

Acampar exige preparo e planejamento. Veja o que não pode faltar na sua aventura 

Trilhas e campings são aventuras divertidas e revigorantes, mas podem se tornar rapidamente uma grande fonte de estresse se os devidos preparos e cuidados não forem tomados. Veja abaixo o que não pode faltar para seu camping ser um sucesso:


Barracas são os ítens fundamentais do camping, mas para ter uma aventura tranquila, é preciso investir em barracas de qualidade. Itens como impermeabilidade, teto completo e costuras seladas precisam ser levados em consideração, assim como o espaço necessário para se ter conforto dentro da barraca.

4. Itens para alimentação e hidratação

Comer durante um camping pode ser mais difícil do que parece, por isso alguns itens podem ser necessários, dependendo do seu estilo de vida e da forma como você se alimenta. Caso queira fazer comida, um fogareiro é essencial, assim como um liquinho (um mini botijão de gás para camping). Uma garrafa térmica e algum tipo de filtro de água também podem ser úteis, caso se tenha acesso a alguma fonte de água natural.

3. Saco de dormir e isolante térmico

Dormir com conforto em um camping exige estes itens. O isolante térmico serve para separar o calor do corpo do chão, enquanto o saco de dormir protege contra a dureza do solo e também aquece. Colchões infláveis também podem ser uma boa opção, mas ocupam mais espaço na mochila e na barraca.

2. Proteção e higiene

Mesmo que o camping tenha uma boa estrutura, sempre é bom estar prevenido. Por isso, itens como papel higiênico, álcool gel, sacolas para lixo e uma pazinha (para campings sem banheiro) são sempre bem-vindos. Da mesma forma, protetor solar e repelente devem estar sempre presentes na mochila.

1. Itens de primeiros socorros

A natureza é linda, mas entrar em contato com ela pode causar alguns ferimentos. Um kit básico de primeiros socorros pode ser tudo que você precisa para solucionar ferimentos leves. Itens como band-aids, algodão, soro fisiológico e gaze não podem faltar. Você pode também levar alguns remédios para dores como prevenção.



QUER MAIS DESCONTO PARA COMPRAR SUAS FERRAMENTAS?

Assine nossa letter e aproveite nossas promoções!