reparos

Reformas não essenciais devem ser evitadas durante o período de isolamento


A situação atual no mundo, devido à pandemia do novo coronavírus, colocou várias dúvidas em questões simples. Por exemplo, como lidar com obras neste período? A resposta precisa de calma e, principalmente, respeito com a saúde de todos.
 

O que fazer com as obras neste momento?


O ideal é evitar reformas não essenciais, tanto no prédio, quanto no apartamento ou até mesmo em residências. Esse tipo de reforma pode ser definida como algo do cunho estético, que o seu adiamento não irá causar nenhum problema para os demais moradores.

Isso quer dizer que, neste período, as obras autorizadas são aquelas fundamentais para o funcionamento do edifício, como o conserto de um elevador. A regra serve também para os apartamentos e casas: em caso de vazamentos ou obras necessárias para a segurança dos moradores e demais pessoas envolvidas, não há como adiar a reforma ou conserto.


 

Mas como lidar com os riscos?


Um dos principais motivos dessa dúvida é justamente os riscos envolvidos com a aglomeração de pessoas e a possível circulação do vírus. Por isso, algumas recomendações são importantes:

- Todos os equipamentos de segurança e higiene devem ser fornecidos para os trabalhadores, independente do responsável: prédio, empreiteiro ou proprietário;

- Em áreas comuns, mantenha a limpeza constante, mesmo com a reforma em pleno acontecimento;

- Diminua a frequência da obra, de 5 para 3 vezes na semana;

- Diminua a carga horária pela metade.
 

Pense no próximo


Por conta do isolamento social, grande parte dos moradores de casas e apartamentos está tendo que trabalhar em regime home office, além de administrar a rotina das atividades domésticas e dos filhos. Neste cenário, os ruídos de obra, que em geral aconteciam quando as pessoas estavam fora, são um obstáculo para um dia a dia mais tranquilo durante a pandemia.

Por isso, é importante respeitar o horário das obras, em geral das 10h às 16h, e como dissemos, se possível flexibilizando a carga horária e a quantidade de vezes na semana.

Se você estiver prestes a entrar em uma reforma emergencial, não deixe de conferir as opções que a Ferramentas Kennedy tem para te ajudar. Acesse nosso site e aproveite!
 

Portas são um dos primeiros elementos de uma casa a darem problemas. Alguns deles, porém, são bem simples de resolver. Confira

É sempre um incômodo quando a porta começa a dar problemas. Seja não fechando direito, seja enroscando no chão ou no teto, uma porta com defeito pode ser uma grande dor de cabeça. Para evitar maiores aborrecimentos, confira algumas dicas simples que podem solucionar o seu problema:

Porta que não fecha ou arrasta no chão


Se o problema é a porta não fechar direito ou não permanecer fechada, a questão pode ser tanto no batente quanto no contra-testa, o mecanismo de metal na parte lateral onde ficam as travas. Verifique se a contra-testa está no lugar correto,  nem acima nem abaixo dos buracos onde as travas devem entrar. Caso o ajuste não seja muito grande, é possível aumentar o tamanho da abertura com um formão. Caso o mecanismo esteja completamente fora do lugar, é preciso então remover a contra-testa e instalá-la novamente.

Porta que enrosca

Caso o problema seja no batente, é preciso verificar as dobradiças. O peso da própria porta pode, muitas vezes, puxá-la para baixo, causando um desnível e fazendo com que ela se desprenda um pouco e enrosque no batente, prejudicando seu funcionamento. Para resolver esse problema, é recomendável substituir os parafusos da dobradiça, utilizando parafusos longos que atravessem todo o batente. 

Porta rangendo

Uma porta que faz barulho é um grande incômodo, não é mesmo? Esse problema geralmente ocorre quando as dobradiças estão com algum problema, seja ferrugem, sujeira ou algum outro empecilho. Caso passar óleo não resolva, será preciso retirar a dobradiça, fazer a limpeza e reinstalá-la. É possível também que a dobradiça esteja presa. Nesse caso, além de retirar e limpar, é preciso colocar um calço na hora de reinstalá-la.


A Ferramentas Kennedy tem tudo o que você precisa para fazer pequenos ajustes e reparos na sua casa. Navegue em nosso site e encontre as soluções que você precisa!


Ter as ferramentas necessárias facilita muito o trabalho de reparar e renovar cercas de madeira

Cercas de madeira, muito comuns em propriedades rurais e em algumas casas e jardins, podem se desgastar com o tempo e o uso. Sem o cuidado necessário, elas podem vergar, inchar, ficar com as dobradiças soltas, entre outros problemas. Para evitar que isso aconteça, é preciso fazer uma manutenção regular.
Com algumas ferramentas simples, você mesmo pode fazer estes consertos. Veja abaixo quais são as ferramentas fundamentais para manter sua cerca em dia:

Chaves de fenda e parafusadeiras

Na maioria dos consertos de cercas, você vai precisar apertar e desapertar parafusos, seja para reparar dobradiças ou para arrumar um portã vergado. Portanto, ferramentas que ajudem nessa tarefa, como chaves de fenda e parafusadeiras, são fundamentais. Da mesma forma, um bom martelo para colocar e retirar pregos também é uma ferramenta importante.

Perfuradores de solo e motosserras

Muitas vezes, os postes das cercas podem apodrecer ou ficar frouxos, devido ao contato constante com o vento e a chuva. Se você verificar que não há mais reparo, será preciso fazer a substituição.  Para isso, vai precisar de um perfurador de solo para fazer os buracos necessários.
Para fazer novas estacas, uma motosserra elétrica pode ser bastante útil e facilitar muito o trabalho.

Lixas e pincéis de tinta

Caso o problema seja na pintura descascada, é hora de passar uma nova mão de tinta. Antes disso, você vai precisar de lixas para retirar os excessos e deixar tudo preparado, para só então pintar.

A Ferramentas Kennedy tem  tudo o que você precisa para a instalação e os reparos das suas cercas. Navegue em nosso site e encontre as melhores ferramentas do mercado!

Estas ferramentas potentes possuem funções específicas que podem ser muito úteis em obras e reformas

Muitas vezes, durante obras ou reformas, precisamos quebrar alguns materiais de diferentes tipos de espessura e dureza. Na falta de opção melhor, acabamos improvisando com as ferramentas que temos à mão, como furadeiras ou martelos. Mas você sabia que existem ferramentas próprias para este fim?

Os marteletes são pequenas britadeiras que servem para quebrar, cinzelar e demolir desde paredes de tijolo e superfícies de cerâmica, até colunas de concreto e pedras.

Sua função pode ser confundida com a de uma furadeira, mas os marteletes absorvem muito mais impacto e são mais fortes, o que faz deles ferramentas mais recomendadas para o trabalho em materiais mais duros.

 

Marteletes perfuradores e rompedores

Marteletes podem exercer a função de perfuração também. Eles não utilizam impacto para perfurar materiais como madeira e aço, mas sim um processo chamado bloqueio de percussão.Estes são chamados de Marteletes Perfuradores. 

Quando possuem um mecanismo golpeador, como é o caso do Martelete Rompedor Sds 800W Com Maleta Makita, eles são chamados de Marteletes Rompedores, pois têm mais potência para perfurar e romper concreto.

No vídeo abaixo, Giovana Zardo conta mais detalhes do Martelete Rompedor Sds 800W Makita, um produto extremamente confiável de uma das melhores marcas do mercado. Confira!

 

QUER MAIS DESCONTO PARA COMPRAR SUAS FERRAMENTAS?

Assine nossa letter e aproveite nossas promoções!