Série: Mulheres de destaque na construção civil - Parte 1

203 01/09/2020

Série: Mulheres de destaque na construção civil - Parte 1

Conheça os nomes que fazem parte da história do setor!

As mulheres têm conquistado cada vez mais posições de destaque em diversas áreas profissionais, e no ramo de construção civil não poderia ser diferente. O setor de engenharia está evoluindo constantemente, oferecendo melhores salários e espaço para crescimento profissional. Por conta disso, atualmente é possível encontrar cada vez mais mulheres atuando neste ramo.

Quer conhecer algumas das profissionais de destaque que fizeram e ainda fazem a diferença na construção civil? Então confira a série especial de postagens que a Ferramentas Kennedy preparou para você!

Inspirações do passado

 

Emily Warren Roebling

A construção da icônica Ponte do Brooklyn, em Nova York, se deve em grande parte a esta mulher. Isto porque, Washington Roebling, engenheiro-chefe do projeto adoeceu e não pode mais dar continuidade aos trabalhos.

A esposa do engenheiro, Emily, assumiu a supervisão da obra e lidou com operários, políticos e engenheiros para concluir o projeto. A ponte foi concluída em 1.883, quando Emily tinha 40 anos de idade.

Mas seu papel não foi de mera porta-voz, seus conhecimentos em engenharia foram fundamentais para que ela pudesse colaborar efetivamente com a obra.

Além disso, ela foi a primeira mulher a se dirigir publicamente a Sociedade Americana de Engenheiros Civis, sendo portanto, fundamental na inserção das mulheres neste ramo.

Nora Stanton

Uma das primeiras mulheres nos Estados Unidos a se formar em engenharia não poderia ficar de fora desta lista. Nora se formou pela Universidade Cornell em 1.905, e passou a ser membro júnior da Sociedade Americana de Engenheiros Civis.

Ao solicitar uma promoção na sociedade de engenharia foi negada, pois na época as mulheres podiam participavam apenas na categoria júnior. Em 1.916 ela entrou com um processo contra a sociedade, mas acabou perdendo. Um título póstumo honorário, com todos os direitos que ela havia requisitado em 1.916, lhe foi concedido em 2.015.

Nora trabalhou para o Conselho de Abastecimento de Água de Nova York e para a Companhia Americana de Pontes.

Edwiges Maria Becker Hom'meil

Edwiges foi a primeira engenheira formada no Brasil. Em 1.917 ela entrou para a história pela Escola Polythecnica do antigo Distrito Federal, estabelecimento educacional conhecido atualmente como Escola Politécnica da UFRJ. Sua conquista serviu de inspiração e abriu caminho para diversas mulheres nesta área de atuação.
 

Quer conhecer outros nomes importantes da construção civil? Então continue ligado no blog da Ferramentas Kennedy!


 

QUER MAIS DESCONTO PARA COMPRAR SUAS FERRAMENTAS?

Assine nossa letter e aproveite nossas promoções!